Polícia faz operação para apurar fraude em concursos públicos com suposta participação de servidores municipais no Paraná

  • 11/04/2024
(Foto: Reprodução)
Polícia afirma que empresas vendia 'pacote ilícito' a prefeituras que favoreciam participantes de concursos. Contratos firmados com órgãos públicos do Paraná ultrapassaram R$ 22 milhões. Polícia cumpre mandados em operação que apura fraudes em concursos públicos no PR DECCOR/Polícia Civil A Divisão Estadual de Combate à Corrupção (DECCOR), da Polícia Civil do Paraná, cumpriu nesta quinta-feira (11) 22 mandados de busca e apreensão na “Operação Consilium Fraudis”, que apura fraudes em concursos públicos no Paraná com suposta participação de servidores municipais. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram Os mandados foram cumpridos por 84 policiais e quatro peritos, em Cascavel e Umuarama em endereços ligados a empresas de concursos e aos donos delas. Os contratos supostamente ilícitos com as prefeituras somam mais de R$ 22 milhões, segundo a polícia. “Constatamos simulação de competitividade, mas na verdade é uma banca (empresa) só, mas um trio, [que] entrava na prefeitura dando um ar de competividade. Mas as denuncias indicam fraudes (com as prefeituras) com combinação política de cargos”, disse o delegado Lucas Américo Magron. O próximo passo da investigação, com celulares, documentos e demais materiais apreendidos nesta quarta (11), é identificar quais servidores e de quais cidades especificamente podem ter envolvimento no sistema de fraude. “Venda de cargos, fraude em gabaritos, além dessa questão de simularem competição e ingressar nas prefeituras... Sobre isso, temos elementos de confirmação bem robustos. Agora, estamos avançando na parte de participação dos servidores públicos em si, que estariam envolvidos no esquema”, afirmou o delegado. Leia também: Contestação: Lei do Paraná que restringe número de mulheres na PM e no Corpo de Bombeiros há 19 anos é contestada na Justiça Polícia: Tio que matou sobrinha por ciúmes e a mutilou volta para cadeia por descumprir regime semiaberto Quaest: 79% aprovam governo Ratinho Jr., e 17% desaprovam Início da investigação A apuração teve início após moradores de São Miguel do Iguaçu, no oeste do Paraná, denunciarem a fraude em concurso público do município realizado em 2019. Conforme os denunciantes, houve venda de cargos e fraude no preenchimento de gabaritos. Além disso, ainda conforme as investigações, as bancas concorrentes eram em nome de laranjas, o que garantiu que o contrato fosse ganho pela empresa que cometeu supostas fraudes. O ex-prefeito Claudiomiro da Costa Dutra informou que o concurso de 2019 foi suspenso e que nenhum candidato que fez a prova foi chamado. Ele disse ainda que o valor das inscrições foi devolvido aos participantes e que o contrato com a empresa foi cancelado. Elementos comprovam fraude A polícia afirmou que ao longo da investigação que resultou na operação desta quinta-feira (11) foram reunidos diversos elementos que comprovam a fraude. "Ao longo do caderno investigativo, foram reunidos elementos, por meio de vasta análise documental, diligências de campo e meios de investigação tecnológicos avançados, comprovando o conluio, entre as pessoas físicas e jurídicas investigadas", disse a polícia. "Bem como indicativos de um padrão fraudulento oferecido a órgãos públicos que compram o “pacote ilícito” (por exemplo, modelos de editais com cláusulas restritivas fornecidos por estas bancas aos órgãos públicos, entre outras)", afirmou a polícia. Fraude em diversas cidades A Polícia Civil afirmou que as fraudes nos concursos foi constatada em outras cidades do Paraná, bem como em outros estados. "Constatou-se, ainda, que algumas das pessoas jurídicas se tratam de fantasmas ou laranjas, servindo para fornecerem orçamentos e documentação para cumprir formalidades em procedimentos licitatórios, gerando ilusão de competição, necessária para o esquema criminoso", disse a polícia. Até esta publicação, a polícia não divulgou o nome de pessoas físicas e jurídicas envolvidas no esquema. VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR Leia mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

FONTE: https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2024/04/11/policia-cumpre-mandados-em-operacao-que-apura-fraudes-em-concursos-publicos-no-pr.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Deus Proverá

Guilherme e Benuto (Part) Hugo e Guilherme - Haja Colírio

top2
2. Viva o Nosso Amor

Daniel

top3
3. Termina Comigo Antes

Gusttavo Lima

top4
4. Te Amo Demais - Decretos Reais

Marília Mendonça

top5
5. Evento Cancelado

Henrique e Juliano

Anunciantes