PF investiga furto de R$ 6,5 milhões da Prefeitura de Telêmaco Borba

  • 03/04/2024
(Foto: Reprodução)
De acordo com a Polícia Federal, crime foi cometido por organização a partir de fraude cibernética. Operação nesta quarta-feira (3) procura suspeitos. Prefeitura de Telêmaco Borba Divulgação A Polícia Federal (PF) do Paraná está investigando o furto de mais de R$ 6,5 milhões da Prefeitura de Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. Conforme a PF, a suspeita é que o crime tenha sido cometido por uma organização criminosa que realiza invasão de dispositivos informáticos. Veja detalhes mais abaixo. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram Nesta quarta-feira (3), a PF do Paraná realizou uma operação para reunir informações e identificar os suspeitos. A ação foi em Brasília (DF), Águas Lindas de Goiás (GO) e Santa Luzia (MG). No total, foram expedidos 75 mandados: quatro de prisão, 11 mandados de busca e apreensão, 51 mandados de sequestro de bens, arresto e bloqueio, além de 9 mandados de sequestro de criptoativos. Pelo menos três pessoas foram presas em Brasília até a última atualização desta reportagem. Os nomes dos suspeitos e demais informações de balanço da operação não foram revelados. Em nota, a prefeitura de Telêmaco Borba afirma que o valor furtado foi restituído integralmente aos cofres públicos. "No dia 28 de abril de 2020, houve uma invasão ao sistema “Gov Conta” da Caixa Econômica Federal, onde foram desviados R$ 3.169.651,87, e não os R$ 6 milhões divulgados. A Caixa Econômica Federal reconheceu a fraude e restituiu o valor integral no dia 30 de junho de 2020, sem causar prejuízos para o município. Quanto ao processo e investigações, ele segue em andamento. Caso haja valores de restituição, serão realizados para a Caixa Econômica Federal. A Prefeitura Municipal aproveita para parabenizar a Polícia Federal pelo belo trabalho desenvolvido", afirma o Município. O g1 questionou a PF sobre a divergência de valor citada pela prefeitura e a corporação explicou que R$ 3 milhões foram bloqueados, mas o furto totalizou R$ 6,5 milhões. O g1 e a RPC também contataram a Caixa para comentar o caso e aguardam retorno. Leia também: Assalto à mão armada: 'Achei que ele ia atirar', diz motorista de aplicativo que teve o carro roubado; suspeito fugiu Guarapuava: Motorista que provocou acidente com morte ao tentar fugir da polícia será indiciado por homicídio doloso, segundo delegado Apucarana: Novo modelo de faixa de pedestres chama a atenção Como o crime aconteceu Polícia Federal faz operação contra crimes cibernéticos De acordo com a investigação, os suspeitos criaram um site falso para furtar credenciais e, por meio deste site, induziram um servidor da prefeitura de Telêmaco Borba a fornecer informações de login e senha. Esse login, conforme a PF, foi utilizado para acessar um sistema interno do município Ainda de acordo com as investigações, o grupo clonou o perfil do servidor no aplicativo WhatsApp e utilizou engenharia social para se passar por ele. Em seguida, entraram em contato com o gerente da Caixa Econômica Federal, responsável pelas contas, que autorizou transferências para empresas de fachada, como se fossem fornecedoras da prefeitura. Após o furto PF investiga furto de R$ 6,5 milhões da Prefeitura de Telêmaco Borba Reprodução/RPC Quando os suspeitos conseguiram ter acesso aos valores, segundo a PF, distribuíram o dinheiro em diversas contas bancárias e em nome de laranjas. Após, aponta a investigação, converteram o dinheiro em criptomoedas, o que dificultou o rastreamento dos recursos. A PF identificou quatro beneficiários dos valores, incluindo os integrantes do grupo criminoso que adquiriram bens de luxo e realizaram viagens caras. Operação foi deflagrada nesta quarta-feira (3) PF/Divulgação Crimes A PF disse que os crimes que envolvem o caso são: furto qualificado mediante fraude; invasão de dispositivo informático; lavagem de dinheiro; e organização criminosa. Em caso de condenação, a soma das penas chega a 30 anos de prisão. Vídeos mais assistidos do g1 PR: Leia mais em g1 Campos Gerais e Sul

FONTE: https://g1.globo.com/pr/campos-gerais-sul/noticia/2024/04/03/pf-investiga-furto-de-r-65-milhoes-da-prefeitura-de-telemaco-borba.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Deus Proverá

Guilherme e Benuto (Part) Hugo e Guilherme - Haja Colírio

top2
2. Viva o Nosso Amor

Daniel

top3
3. Termina Comigo Antes

Gusttavo Lima

top4
4. Te Amo Demais - Decretos Reais

Marília Mendonça

top5
5. Evento Cancelado

Henrique e Juliano

Anunciantes