Pacientes com suspeita de dengue relatam espera por atendimento de mais de 12 horas em UPAs de Cascavel

  • 03/04/2024
(Foto: Reprodução)
Situação é tão grave que ambulâncias ficam paradas porque macas, que chegam com pacientes, acabam ficando em unidades porque não há onde colocar doentes. Cidade tem mais de 10,5 mil casos confirmados e 4 mortes. Veja sintomas da dengue. Pacientes passam a noite em UPAs de Cascavel à espera de atendimento Pacientes com suspeita de dengue relataram ter ficado na fila de espera por cerca de 16 horas em uma Unidade de Pronto Atendimento de Cascavel, no oeste do Paraná. A cidade tem mais de 10,5 mil casos confirmados e quatro mortes no atual ano epidemiológico. Assista ao vídeo acima. ✅ Siga o canal do g1 PR no WhatsApp ✅ Siga o canal do g1 PR no Telegram É o caso do eletricista Luciano Keller. Ele chegou às 22h da segunda-feira (1º) em uma UPA, às 12h da terça-feira (3), ele ainda aguardava por atendimento. "Tive que dormir aqui [...] a noite estava cheio aqui. Muitos desistiram", relatou o morador. Veja quais são os sintomas de dengue mais abaixo. O paciente só conseguiu atendimento 16 horas após a chegada e precisou ser internado na sequência. Luciano aguardou 16 horas na fila para ser atendido e na sequência precisou ser internado Reprodução O mesmo ocorreu com o filho da auxiliar de cozinha Claudilene Dias. Depois de procurar duas vezes por atendimento para a criança, a mulher contou que aguardou horas no mesmo local. "Vim aqui à noite, ele passou por pré consulta, mandaram para casa, falaram para procurar um posto de saúde. Eu dei remédio para ele, porque ele não aguentava de dor de cabeça, e retornei agora de novo, pela manhã porque o 'piá' está com sangramento no nariz. A gente que é mãe sofre também por ver a criança desse jeito", relatou a mãe apreensiva à espera de atendimento. Como o eletricista Luciano, o menino, após atendimento, precisou de internação e está com quadro de dengue hemorrágica. Leia também: Política: Julgamento que pode cassar mandato de Moro é retomado nesta quarta (3) Novidade: Novo modelo de faixa de pedestres chama a atenção em Apucarana Veja detalhes: Detran-PR faz leilão com 98 veículos para circulação com lances a partir de R$ 1 mil Os relatos de demora para atendimento começaram ainda na segunda-feira (1º). Além das três UPAs e do hospital de retaguarda, seis unidades de saúde atendem exclusivamente dengue em Cascavel, das 7h às 19h. A Prefeitura havia dito há uma semana que iria rever o atendimentos nessas unidades, mas diante da situação crítica, decidiu manter os locais abertos nesta semana. Ambulâncias paradas Pacientes com suspeita de dengue a espera de atendimento em Cascavel Reprodução A dengue tem feito a rede de saúde de Cascavel, no oeste do Paraná, viver no limite. A situação é tão grave que ambulâncias ficam paradas porque as macas, que chegam com os pacientes , ficam represadas nas unidades. Alguns veículos nessa situação são do Consamu, consórcio responsável por regular o atendimento na rede pública de saúde. Servidores contaram à reportagem da RPC que chegam com pacientes, mas que a maca fica retida na unidade, porque não tem onde colocar o doente. Os profissionais disseram ainda que, em outras situações, chegaram a ficar duas horas parados, porque a maca não era devolvida. Segundo o Secretário de Saúde, Miroslau Bailak, não há mais espaços nas UPAs para ampliar os atendimentos. Profissionais já foram chamados e outros 120 devem ser contratados em breve, segundo Bailak. "Claro que 14 horas não é suportado, mas espero que a população entenda que a gente tá fazendo o possível e isso é passageiro, muito em breve, teremos o retorno da normalidade, cuidemos pra não ter mais o mosquito”, afirmou Bailak. “O que a gente fala, se a pessoa chega com um quadro grave na upa, ela será atendida. se não for de emergência, infelizmente, ela terá que aguardar. Mas todos, sem exceção serão atendidos", disse o secretário. Em nota, o Consamu disse que essa situação tem acontecido por conta do aumento nos atendimentos de dengue. Disse também que existem macas reservas e que atrasos nos demais atendimentos podem existir nestes momentos. Ainda segundo a nota, a regulação médica prioriza casos com maior gravidade e que até o momento nenhum paciente ficou sem atendimento. Principais sintomas Nem sempre a infecção apresenta sintomas. O indivíduo pode ter uma dengue assintomática ou ter um quadro leve. Mas é preciso ficar atento se a pessoa tiver febre alta (39ºC a 40ºC), de início repentino, acompanhada por pelo menos outros dois sintomas: Dor de cabeça intensa Dor atrás dos olhos Dores musculares e articulares Náusea e vômito Manchas vermelhas no corpo ❗O Ministério da Saúde alerta que é importante procurar um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados ao apresentar possíveis sintomas de dengue. VÍDEOS: Mais assistidos g1 PR Leia mais notícias da região em g1 Oeste e Sudoeste.

FONTE: https://g1.globo.com/pr/oeste-sudoeste/noticia/2024/04/03/pacientes-com-suspeita-de-dengue-relatam-fila-de-mais-de-12-horas-em-upas-de-cascavel.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Deus Proverá

Guilherme e Benuto (Part) Hugo e Guilherme - Haja Colírio

top2
2. Viva o Nosso Amor

Daniel

top3
3. Termina Comigo Antes

Gusttavo Lima

top4
4. Te Amo Demais - Decretos Reais

Marília Mendonça

top5
5. Evento Cancelado

Henrique e Juliano

Anunciantes